O Mundo Sobre Ford Fiesta


Cabeçote rebaixado e Taxa de Compressão

Compartilhe

Convidad
Convidado

Cabeçote rebaixado e Taxa de Compressão

Mensagem por Convidad em 22/5/2011, 01:32

Elevar a potência do motor melhorando a forma como o motor trata a relação ar/combustível. O aumento da taxa de compressão.
Dicas importantes para que você não tenha nenhum tipo de prejuízo com o seu motor. Vale lembrar que o aumento da taxa de compressão não é regra para todos os tipos de veneno. Por exemplo, para carros turbinados essa receita não vale. Quando falamos de carros “ENVENENADOS”, mas de aspiração natural, ou seja, carros preparados, mas sem nenhuma sobre-alimentação como, turbo, blower ou compressor, o aumento da taxa de compressão é de fundamental importância, principalmente se você escolher o álcool como combustível. Estamos salientando este aspecto, porque supomos que seu carro seja movido à gasolina e dependendo do tipo de cabeçote e de quantos milímetros ele for rebaixado, você vai poder andar com álcool ao invés de gasolina.
Por estas entre outras razões, não basta apenas rebaixar o cabeçote para que o carro possa andar com álcool ao invés de gasolina. Antes de tudo é preciso saber de que tipo de motor estamos falando, se é um motor antigo, se é um motor moderno, se tem 4, 6 ou 8 cilindros e assim por diante. Se for um motor de concepção antiga a transformação para álcool pode ser praticamente impossível.
Falamos de impossibilidade, pois em geral esses motores têm uma taxa de compressão muito baixa e para conseguir-se o aumento necessário para que o motor possa funcionar com álcool, dependendo do tipo de cabeçote, seria necessário rebaixá-lo muito para alcançar a taxa ideal. Observe que não se tratam de motores que eram movidos a gasolina e passaram a rodar com álcool depois da colocação de um kit turbo. São assuntos completamente diferentes e que abordaremos em breve, quando o assunto for carros turbinados.




O que se trata aqui é da taxa de compressão ideal para que um carro rode com álcool, que é de aproximadamente 12:1, com pequenas variações conforme a tecnologia empregada no motor. Isso não quer dizer que um carro que não possuir essa taxa não vá rodar com o álcool, mas que o ideal e o correto seria que ele rodasse com essa taxa ou maior ainda, podendo chegar a 14:1. É certo que os carros movidos à gasolina mas que possuem uma taxa de compressão baixa - como os carros antigos - se tivessem a taxa aumentada, seu desempenho seria bem melhor. O fato em parte se explica, pois antigamente a nossa gasolina possuía uma octanagem bem menor que hoje. Mas como já adiantamos, tudo tem que ser pensado, pois se o aumento for muito grande provavelmente você terá problemas como “batidas de pino”.
Já que alertamos sobre alguns dos principais problemas, vamos ao passo seguinte que é definir o quanto você vai rebaixar o cabeçote. Bem isso é um assunto que também vai depender do estado em que se encontra o cabeçote que está montado no motor. Imaginemos que seu carro não foi comprado 0 Km e que seu motor sofreu um aquecimento no passado, tendo esse cabeçote recebido um passe ou, por exemplo, que tenha recebido algum tipo de preparação. Neste caso é fundamental checar o quanto esse cabeçote foi rebaixado para não exceder o limite. Bem, definindo todos esses itens e verificada a viabilidade do trabalho, o ideal é rebaixar entre 0,5 mm e no máximo 2,0 mm dependendo do modelo do cabeçote e do ganho que se pretende. Alguns carros modernos e com cabeçotes multi-válvulas não possuem uma variação tão grande assim, portanto fique atento.





Antes de tomar qualquer decisão e desmontar seu cabeçote procure informações técnicas para
que você não tenha um grande prejuízo. Todavia o processo é razoavelmente simples e confiável e com um “simples” aumento da taxa de compressão é certo que seu motor possa ganhar algo em torno de 10 cv ou até mais, dependendo do cabeçote e do tipo do combustível usado. Lembre-se que esses valores somados ao trabalho no cabeçote, que abordamos na edição passada, mais a troca do comando de válvulas por um mais esportivo, e o acerto da carburação ou a sua substituição, assim como o trabalho feito no corpo de borboleta e a mudança do chip de injeção (nos veículos dotados de injeção), fazem com que o ganho de potência seja bem grande e em alguns casos podendo-se superar os 100% de aumento, isso tudo sem o uso de turbo, nitro (NOS) ou qualquer forma de sobre-alimentação. Por outro lado, todas estas medidas necessitam de um grande investimento, além de tornar a condução do veículo bastante cansativa e difícil, restringindo-o à provas de arrancada ou outras competições.




O ponto realmente crítico no trabalho de rebaixamento de cabeçote, consiste em determinar o quanto deverá ser retirado de material do cabeçote. Para tanto, siga as etapas abaixo:
1 - Estando o motor com o cabeçote desmontado, determine o volume do cilindro com o pistão no ponto morto inferior. Não confie em medidas teóricas encontradas em revistas ou manuais, pois como já dissemos se o seu veículo não for 0 Km pode ter sofrido alterações. Meça com um paquímetro o diâmetro interno de um dos cilindros, sua profundidade e a espessura da junta de cabeçote nova, tudo em milímetros com precisão de pelo menos duas casas decimais, utilizando a fórmula abaixo:
Volume Cilindro = [( Diâmetro² x 3,1416 ) / 4 ] x (Profundidade + Espess. da Junta)
2 - Feito isto, coloque o cabeçote sobre uma bancada com as câmaras de combustão voltadas para cima e as válvulas de admissão e escape fechadas, e com auxílio de um nível calce-o para que fique 100% plano. Coloque uma das velas de ignição na câmara que for medida, enchendo-a com fluído hidráulico até transbordar. Depois faça o nivelamento com uma régua de aço. A
seguir retire o fluído com uma seringa de injeção, colocando-o numa proveta graduada, descobrindo desta forma o volume da câmara de combustão.
Caso você tenha certeza de que seu motor não sofreu alterações em relação às especificações originais de fábrica e tiver em mãos dados precisos da taxa de compressão e volume do cilindro, pode usar a seguinte fórmula para calcular o volume da câmara:
Volume Câmara = ( Volume Cilindro) / (Taxa Compressão - 1)
3 - Agora vamos determinar qual deverá ser o volume da câmara de combustão para a nova taxa de compressão que se deseja obter:
Novo Volume Câmara = Volume Cilindro / (Nova Taxa de Compressão - 1 )
4 - Finalmente, pegue a proveta graduada e coloque novamente o fluido hidráulico até atingir o volume obtido no cálculo acima. Despeje o conteúdo na câmara de combustão, e com o paquímetro, meça a distância que falta para o fluido chegar à superfície do cabeçote, com a maior precisão que puder. A medida obtida representa o quanto deverão ser rebaixados os cabeçotes. Espere medidas pequenas, de 0,5 a 2 mm. Medidas muito maiores que 2 mm provavelmente estarão erradas e, neste caso refaça todas as contas. Medidas menores que 0,5 mm indicam cabeçotes que já foram rebaixados, ou motores que já trabalham com taxas de compressão mais altas, portanto, remonte tudo e esqueça o assunto.
5 - Agora, é só enviar o cabeçote para a retífica, indicando o quanto deverá ser rebaixado। Tendo chegado a este ponto e se certificado de que todos os cálculos estão corretos, não se deixe influenciar por mecânicos que afirmem que você não precisa fazer nenhum cálculo e que podem determinar sem nenhuma conta o valor que você deverá rebaixar. Use o bom senso, e lembre-se de que os métodos científicos sempre são mais confiáveis. Na dúvida, não faça o rebaixamento, é melhor ter um carro original funcionando, do que um envenenado quebrado.


COMO CALCULAR A TAXA DE COMPRESSÃO ATUAL DO SEU MOTOR

O cálculo da taxa de compressão é o seguinte: sendo
A = deslocamento volumétrico de um cilindro
B = volume da câmara de combustão de um cilindro
então
TAXA = (A + B) / B.
Então precisamos saber estes 2 dados sobre o motor, seu deslocamento volumétrico em cada cilindro A, que é facilmente calculado pelas informações de curso do virabrequim e diâmetro dos cilindros, e o volume da câmara de combustão B, normalmente impossível de "calcular", devendo ser medido (cubicar o motor).
A Deslocamento volumétrico do motor: no caso de um AP 1.8 "STD", temos cilindros com 81mm de diâmetro, e virabrequim com curso de 86,4mm, portando o deslocamento volumétrico desse motor, em cada um dos cilindros, é de 445,22 cm3 (essa medida NÃO é influenciada por tamanho da biela ou pela taxa de compressão - mas influencia esta última se for alterada!)
Fórmula: = ( (PI * (81/2) * (81/2) ) * 86,4 ) / 1000 )
Onde PI = 3,141592654...
B Volume da câmara de combustão: para obter este volume, no caso dos motores AP, você precisa somar três diferentes volumes:
B1 = volume da câmara de combustão no cabeçote (que deve ser cubicado usando algum fluido, obtendo seu volume em mililitros (ml ou cm3);
B2 = volume da câmara de combustão referente à junta do cabeçote, que pode ser calculado usando a mesma fórmula acima, porém usando a espessura da junta do cabeçote APÓS INSTALADA (esmagada) em vez do curso do motor;
B3 = volume da câmara de combustão referente à cava do pistão, e da "luz" (distância do pistão até o alto do bloco, se houver). Esta medida também deve ser obtida cubicando um dos cilindros com o respectivo pistão em PMS;
Com tudo isso em mãos, teremos
B = B1 + B2 + B3
e portanto TAXA = (A + B) / B
Segundo uns cálculos que eu fiz, esse volume total "B" para o motor AP 1.8 STD do exemplo, com taxa de 8,5 por 1, seria 59,36 cm3, e portanto
TAXA = (445,22 + 59,36) / 59,36 = 504,58 / 59,36 = 8,5 !
Só mais uma dica: ao cubicar o cabeçote ou bloco, use um pouquinho de graxa para "vedar" as válvulas em suas sedes, bem como o pistão no seu respectivo cilindro, evitando que o liquido usado para cubicar o motor vaze.

cristiano317
Piloto de Fuga
Piloto de Fuga

Mensagens : 176
Data de inscrição : 06/06/2011
Idade : 29
Localização : feira de santana-ba

Re: Cabeçote rebaixado e Taxa de Compressão

Mensagem por cristiano317 em 15/8/2011, 22:49

toreto adore essa dica,inclusive ja fiz alguns carros aqui na bahia assim
mas para mim nao existe combinacao melhor para um zetec preparado doque cabecote gasolina com 2,2mm baixo pistao flex bicos injetores flex e bomba de combustivel do rocam 1.6 tambem flex isso em um carro 1.0 queimando alcool e simplesmente um exelente e o mais importante NAO ESQUENTA porem com essa preparacao o ponto (o triangulo) da polia do comando de valvulas tem que fica +- 3 mm adiantado se colocar no ponto exato o carro trinca.


_________________



http://www.fordfiestaclube.com/t463-garagem-fiesta-street-mk5[img]
www.facebook.com/cristiano317

Convidad
Convidado

Re: Cabeçote rebaixado e Taxa de Compressão

Mensagem por Convidad em 16/8/2011, 09:37

É verdade...
Já fez alguma preparação para o Endura??
Tem uma receitinha ai??

cristiano317
Piloto de Fuga
Piloto de Fuga

Mensagens : 176
Data de inscrição : 06/06/2011
Idade : 29
Localização : feira de santana-ba

Re: Cabeçote rebaixado e Taxa de Compressão

Mensagem por cristiano317 em 16/8/2011, 15:54

cara prara ser sincero nunca fiz neuma esperiencia com edura ate pq sao poucos aqui na minha cidade o pessoal aqui so quer o rocam


_________________



http://www.fordfiestaclube.com/t463-garagem-fiesta-street-mk5[img]
www.facebook.com/cristiano317

felipegabriel
Hot Wheels
Hot Wheels

Mensagens : 509
Data de inscrição : 26/05/2011
Idade : 25
Localização : joinville sc

Re: Cabeçote rebaixado e Taxa de Compressão

Mensagem por felipegabriel em 16/8/2011, 16:53

queria uma pro endura, só pra vê o veneno! Twisted Evil


_________________

Convidad
Convidado

Re: Cabeçote rebaixado e Taxa de Compressão

Mensagem por Convidad em 16/8/2011, 16:55

Bom a única coisa que fiz foi rebaixar o cabeçote e já deu uma diferença heim...
Agora Filtro + Cai e escape ... aumentaria muito mais os cavalos

felipegabriel
Hot Wheels
Hot Wheels

Mensagens : 509
Data de inscrição : 26/05/2011
Idade : 25
Localização : joinville sc

Re: Cabeçote rebaixado e Taxa de Compressão

Mensagem por felipegabriel em 16/8/2011, 19:14

gastou quanto pra rebaixar?


_________________

Convidad
Convidado

Re: Cabeçote rebaixado e Taxa de Compressão

Mensagem por Convidad em 17/8/2011, 09:56

700,00 Lulas na época...e deu um aumento na arrancada significativa,
Agora quero colocar filtro esportivo + Cai e Escape de 2pol.

felipegabriel
Hot Wheels
Hot Wheels

Mensagens : 509
Data de inscrição : 26/05/2011
Idade : 25
Localização : joinville sc

Re: Cabeçote rebaixado e Taxa de Compressão

Mensagem por felipegabriel em 17/8/2011, 10:54

up tô pensando seriamente... e o consumo foi pra quanto???


_________________

Convidad
Convidado

Re: Cabeçote rebaixado e Taxa de Compressão

Mensagem por Convidad em 17/8/2011, 11:00

11-12km/l

felipegabriel
Hot Wheels
Hot Wheels

Mensagens : 509
Data de inscrição : 26/05/2011
Idade : 25
Localização : joinville sc

Re: Cabeçote rebaixado e Taxa de Compressão

Mensagem por felipegabriel em 17/8/2011, 11:51

é nem aumenta tanto, depois que colocar o escape e filtro aí faz mais uma diferança, mas conpensa no resultado! Cool tô querendo preparar ele, e pegar uma courrier pra andar durante a semana!


_________________

Convidad
Convidado

Re: Cabeçote rebaixado e Taxa de Compressão

Mensagem por Convidad em 17/8/2011, 12:03

Courrier eu não pegava, mais um Kazinho ai sim...

Lek
Discípulo de Chuck Norris
Discípulo de Chuck Norris

Mensagens : 1114
Data de inscrição : 26/05/2011
Idade : 30
Localização : Uberlandia

Re: Cabeçote rebaixado e Taxa de Compressão

Mensagem por Lek em 17/8/2011, 12:06

Kazinho zetec é felezinho, anda muito, andei em um 1.6 é surpreendente.


_________________
Garagem:
lol!
http://www.fordfiestaclube.com/t5175-citroen-c3#81766ATUALIZANDO
http://www.fordfiestaclube.com/t124-fiesta-branco-98-99VENDIDO, DEIXOU SAUDADES


Campanha ajude o forum a crescer, torne-se membro ativo faça seu cadastro!!http://www.fordfiestaclube.com/t5175-citroen-c3#81766

Convidad
Convidado

Re: Cabeçote rebaixado e Taxa de Compressão

Mensagem por Convidad em 17/8/2011, 13:07

tbm andei num 1.6...carro leve e anda demais
e só tinha filtro + cai e já dava muito pau em carro 1.8

felipegabriel
Hot Wheels
Hot Wheels

Mensagens : 509
Data de inscrição : 26/05/2011
Idade : 25
Localização : joinville sc

Re: Cabeçote rebaixado e Taxa de Compressão

Mensagem por felipegabriel em 17/8/2011, 14:37

na verdade eu quero uma caminhonetezinha, pra largar no chão e entupi de som


_________________

Convidad
Convidado

Re: Cabeçote rebaixado e Taxa de Compressão

Mensagem por Convidad em 17/8/2011, 14:53

Ah tá...entendi...
Saverinho quadrada ou Pick-up Corsa ???

felipegabriel
Hot Wheels
Hot Wheels

Mensagens : 509
Data de inscrição : 26/05/2011
Idade : 25
Localização : joinville sc

Re: Cabeçote rebaixado e Taxa de Compressão

Mensagem por felipegabriel em 17/8/2011, 14:55

saverinho eu acho louca, tô pesquisando


_________________

Convidad
Convidado

Re: Cabeçote rebaixado e Taxa de Compressão

Mensagem por Convidad em 17/8/2011, 15:14

Com umas rodas orbital e largar no chão
fazer um paredão na caçamba com 4 Woofer 15" + 2 Woofer 10" Twisted Evil

Conrado Vidal
Nascituro
Nascituro

Mensagens : 5
Data de inscrição : 22/03/2013
Idade : 22
Localização : Porto Alegre - RS

Re: Cabeçote rebaixado e Taxa de Compressão

Mensagem por Conrado Vidal em 3/4/2013, 10:39

Não entendo muito (quase nada) de motor hahahah
Mas vi esse vídeo aqui (http://www.youtube.com/watch?v=1YIliz1Oxb4)
E fiquei pensando se rola fazer no motor do rocam 1.6
E se é o mesmo procedimento que o Toreto falou no inicio do tópico?
Qual o custo dessa brincadeira?

Conrado Vidal
Nascituro
Nascituro

Mensagens : 5
Data de inscrição : 22/03/2013
Idade : 22
Localização : Porto Alegre - RS

Re: Cabeçote rebaixado e Taxa de Compressão

Mensagem por Conrado Vidal em 5/4/2013, 09:46

ninguém pra dar uma luz?

Conteúdo patrocinado

Re: Cabeçote rebaixado e Taxa de Compressão

Mensagem por Conteúdo patrocinado Hoje à(s) 22:24


    Data/hora atual: 4/12/2016, 22:24